CGTP-IN promove conferência internacional sobre arquivos, memória e património do movimento sindical

28/10/2021

A conferência realiza-se a 12 de Novembro de 2021, no auditório da CGTP-IN, em Lisboa, reunindo confederações sindicais do Brasil, Espanha e França e organizações nacionais para debater a situação do património documental e museológico do movimento sindical.

Foi no contexto do trabalho, do processo produtivo, do processo transformador da economia que se produziu a maior quantidade de fundos documentais. A produção documental das organizações sindicais acompanha, naturalmente, estes processos.

Como estão estas organizações, em Portugal, a salvaguardar o seu património documental e museológico? Que projectos existem no nosso país que promovam a organização, preservação e valorização deste património?

Há políticas públicas que estimulem e apoiem o conhecimento e protecção destes acervos? A legislação existente assegura a concretização destas tarefas? Para abordar estas questões, a CGTP-IN convidou a Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) e a Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC).

Importa também saber como enquadram as associações de profissionais da informação este sector, estas preocupações, na sua actividade. Contamos com a Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Profissionais da Informação e Documentação (BAD) para nos elucidar sobre este tema.

E no plano internacional, que exemplos de entidades congéneres poderão servir-nos de referência? Convidámos, para o efeito, a Central Única de Trabalhadores (CUT), do Brasil, as Comisiones Obreras (CCOO) e a Unión General de Trabajadores (UGT), ambas de Espanha, e a Confédération Générale du Travail (CGT), de França.

Estas são algumas das questões que motivaram a CGTP-IN a promover esta conferência. Pretende esta confederação estimular a discussão em torno destes temas e apresentar o trabalho que tem em curso no que respeita à organização, preservação e valorização do seu património documental e museológico.

Será esta ainda ocasião para sensibilizar trabalhadores, dirigentes, delegados e funcionários sindicais, comunidade académica, sociedade em geral, para a importância da salvaguarda deste património e a sua relevância para o conhecimento da memória operária e sindical e, com isso, para uma mais completa compreensão da nossa história colectiva, em todos os domínios da vida do nosso país, desde meados do século XIX.

Assista Online (língua gestual disponível)

Cartaz: PDF

Programa: PDF

Resumos das intervenções: PDF

Inscrições: https://tinyurl.com/8pst9m92