Notícia Teste

15/11/2021

Com início a 9 de Junho, Dia Internacional dos Arquivos, a CGTP-IN expõe, na sua sede, em Lisboa, alguns documentos representativos do seu património documental e museológico e mostra alguns dos procedimentos técnicos subjacentes ao seu tratamento.

Em evidência, documentos e peças que ilustram as três áreas intervencionadas no âmbito do projecto “Património documental e museológico da CGTP-IN e do Movimento Sindical Unitário: contributo para a sua preservação, organização e valorização”: acervos arquivístico, bibliográfico e museológico. Destaque para a reprodução da acta da Assembleia Geral da Associação de Classe dos Soldadores de Lagos, o documento mais antigo identificado até à data nos fundos documentais da CGTP-IN. O projecto desenvolve-se desde Setembro de 2019 e conta com o apoio do Programa Operacional para a Inclusão Social e o Emprego (POISE).

O tratamento destes acervos, além de moroso, implica o desempenho de tarefas e o uso de materiais e equipamentos que suscitam, por vezes, a curiosidade dos que estão menos familiarizados com esta área de trabalho.

É por isso que se exemplifica, ainda que de forma muito esquemática, o processo de descrição e preservação dos negativos que compõem o arquivo fotográfico da CGTP-IN.

É também por isso que se expõe, ferrugentos, agrafos, clipes e outras ferragens e, desgastados e em vários modelos, os saca-agrafos que, entre outras ferramentas similares, ajudam a removê-los da documentação.