Language

 
 

Bem vindo

O Centro de Arquivo e Documentação (CAD) da Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGTP-IN) tem como missão gerir toda a documentação produzida e recebida  por esta organização (sede), independentemente do seu suporte ou data. Continuar...

 
 

View authority record

Américo Nunes

Type of entity

Person

Authorized form of name

Américo Nunes

Parallel form(s) of name

Standardized form(s) of name according to other rules

Other form(s) of name

Identifiers for corporate bodies

Dates of existence

1940-12-23 –

History

Américo Nunes, nascido a 23 de Dezembro de 1940, é natural de Almaceda – Castelo Branco.

Habilitações literárias:
– Ensino Secundário;
– Curso Técnico-Profissional da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa na categoria profissional de Chefe de Recepção de Hotel.

Actividade sindical:
– Membro da direcção do Centro de Alegria no Trabalho – CAT do Hotel Tivoli entre 1970 e 1973;
– Elemento de uma Comissão Sindical que actuava para destituir a direcção fascista do Sindicato da Hotelaria (Lisboa) entre 1970 e 1974;
– Membro da Comissão Directiva provisória do sindicato de 1974-04-29 a 1974-07-30;
– Eleito para a direcção do sindicato da hotelaria do Sul a 30 de Julho de 1974;
– Membro suplente do Secretariado da Intersindical entre 1975 e 1977;
– Membro do Conselho Nacional da CGTP-IN entre os mandatos 1983-1986 e 1999-2003;
– Membro do Secretariado do Conselho Nacional da CGTP-IN entre os mandatos 1996-1999 e 1999-2003;
– Membro suplente da Comissão Executiva do Conselho Nacional da CGTP-IN no mandato 1986-1989; membro efectivo entre os mandatos 1989-1993 e 1999-2003;
– Presidente da direcção do sindicato entre 1976 e 1979;
– Fundador da Federação Nacional dos Sindicatos da Hotelaria e seu coordenador de 1977-12-07 a 1986;

Actividade política:
– Militante do Partido Comunista Português desde Junho de 1974.

Places

Almaceda, Castelo Branco, Portugal (nascimento).

Legal status

Functions, occupations and activities

Autor de:

"Contributos para a História do Movimento Operário e Sindical: 1977-1989". Lisboa: IBJC; CGTP-IN, 2016.

"Diálogo com a História Sindical: Hotelaria: De Criados Domésticos a Trabalhadores Assalariados". Lisboa: Editorial «Avante!», 2007. (Colecção Resistência).

"Hotelaria: Resenha Histórica: 120 Anos de Lutas e Conquistas dos Trabalhadores: 1898-2018". Porto: Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte, 2018 [?].

Para Onde Vai o Movimento Sindical? "Vértice". II série, n.º 68 (Setembro/Outubro de 1995), pp. 80-83.

"Sindicalismo na Revolução de Abril: Memórias". Lisboa: Edições «Avante!», 2010.

Mandates/sources of authority

Internal structures/genealogy

General context

Related entity

Related entity

Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Sul (1908-11-05 –)
Category of the relationship
associative
Dates of the relationship
1974 –

Related entity

Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses – Intersindical Nacional (CGTP-IN)
Category of the relationship
associative
Dates of the relationship
1975-1977; 1983-2003

Related entity

Federação dos Sindicatos de Hotelaria e Turismo de Portugal (FESHOT) (1981 – 1999)
Category of the relationship
associative
Dates of the relationship
1977 –

Related entity

Partido Comunista Português (PCP) (1921-03-06 –)
Category of the relationship
associative
Dates of the relationship
1974-06 –

Description identifier

Institution identifier

PT-CGTPIN

Rules and/or conventions used

Status

Revised

Level of detail

Partial

Dates of creation, revision and deletion

Criado em: 2010-09-07.
Revisto em: 2017-04-17; 2018-03-16; 2018-04-16; 2018-06-06; 2020-07-03.

Language(s)

Script(s)

Sources

Biografia concedida pelo entrevistado em 2011.

CARTAXO, José Ernesto – "CGTP-IN: 40 Anos de Luta com os Trabalhadores (1970-2010)". Lisboa: CGTP-IN – Departamento de Cultura e Tempos Livres; IBJC – Instituto Bento de Jesus Caraça, 2011, pp. 147, 158 e 160.

Maintenance notes

Criado por: Sílvia Correia.
Revisto por: Filipe Caldeira.
 
  POPH QREN União Europeia FSE